COMO NASCE UM PAI

A VISÃO DA PATERNIDADE POR RAFA ANDRADE

Há mais de uma década me tornei pai sem antes sonhar. Não sonhei, nem pensei em uma jornada onde eu seria um exemplo para esse pequeno ser que chamamos de filho. Antes de qualquer pensamento desse tipo chegar em minha vida, eu já era pai. Me tornei pai aos 22 anos! 23 na verdade. Recém completados. Não tinha informação e maturidade suficiente para exercer essa função, que hoje, considerado ser a mais importante da vida. Um ano antes de iniciar essa jornada, eu havia iniciado outra: a de empreender! Não me senti pai durante a gestação e durante os 9 meses sofri poucas mudanças emocionais. Físicas, nenhuma. Claro!

O João nasceu de 37 semanas em 17 de novembro de 2007 com 3,5kg. O parto não foi como as referências que eu conhecia! Tudo bem que minhas referências não eram as melhores. Cenas de ficção onde o bebê nasce sem sofrimento, a mãe está sorrindo, o bebê chora um pouco, nasce limpo e logo está amamentando. Sem dificuldades. O João ficou muito tempo no canal vaginal. Perdeu oxigênio e nasceu com a ajuda do Fórceps com o Apgar (nota que o bebê recebe no 1º, 5º e 10º minuto de vida) de 3. Não pude carregar nem tocar meu filho durante dias. João não chorou. Depois de longos minutos de nascido ele conseguiu enfim puxar o ar como alguém que estava no fundo do oceano e finalmente conseguiu chegar a superfície. Eu não sabia o que seria pra frente mas a única certeza que eu tinha era que eu estaria do lado dele para aprendermos junto. A ausência e a omissão nunca foram opções pra mim. Uma frase de Mário Sérgio Cortela que conheci há pouco me conforto e mostra que estava no caminho certo: “Os ausentes nunca tem razão”. Ele ficou 6 dias em coma e totalizou quase 30 no CTI. Durante seu primeiro ano de vida tinha semanas que eu o levava a 4 especialistas diferentes. Oncologista, pediatra, neuro, exame, fisioterapeuta… a lista era grande! Quando ele tinha pouco mais de 1 ano eu voltei a morar com minha mãe e com 24 anos eu já tinha a experiência de ser pai de CTI e passei a conhecer o mundo de paternidade Solo.

Os anos de 2008 e 2009 me reservaram, além todos os cuidados com o João, um relacionamento conturbado com a mãe biológica dele e, consequentemente, uma separação e grande turbulência na minha empresa. Descobri em meados daquele ano que meu sócio fazia “retiradas não declaradas” e empréstimos pessoais na conta da empresa. Somado a minha dedicação que era dividida entre o João, quebrei pela 2º vez (a primeira é uma outra história). 

Hoje… bem, hoje o mundo é outro, mas ainda chego lá. Vivo hoje uma quebra de paradigma da família tradicional. Sou casado, tenho outro filho, o Marcelo (de 2 anos) e sou eu quem fica em casa (trabalho em Home office) e minha esposa é quem trabalha fora. Cada história dessa é muito extensa e esse resumo é para que você conheça um pouco da minha história e me ajude a construir o enredo por aqui. Portanto, a ideia é, no próximo texto, escrever sobre uma experiência, uma história que você queira conhecer mais afundo.

Pra isso, conto com sua participação e interação enviando comentário, pedido, dúvidas…

Abraço e até a próxima.

Rafa Andrade
Rafa Andrade

Rafa Andrade, natural de Beagá (MG) é fundador da Sem Choro e palestrante. Pai de dois filhos, o João (2007) e o Marcelo (2017). Com pouca idade e diante de uma paternidade inesperada, teve que lidar com sérias complicações no parto do João que ficou em coma durante uma semana e 1 mês internado no CTI. Com poucos anos, vivenciou duas paternidades intensas, fortes e que exigem muito dos pais: a paternidade solo e a de CTI. João tem TDAH e faz acompanhamento desde então. 10 anos depois, com a chegada do Marcelo, abandonou seu emprego formou para se dedicar em tempo integral à Sem Choro que é uma plataforma de conteúdo infantil para pais, mães e todo mundo que tem por perto uma criança. Atualmente, vive em sua casa, uma quebra de paradigma cultural da tradicional família. Trabalha de casa e fica com as crianças enquanto sua esposa é quem trabalha fora e é a provedora da casa.

SE VOCÊ GOSTOU DESSE CONTEÚDO, TAMBÉM VAI CURTIR ESSE SOBRE MATERNIDADE

A MATERNIDADE CONTADA POR MULHERES REAIS

RELATO SOBRE A MATERNIDADE, POR LORENA CASTRO

PRODUTOS QUE VOCÊ VAI AMAR

A RAPOSA E O ELEFANTE É UMA LOJA INFANTIL FOCADA EM MODA INFANTIL DE QUALIDADE, CONFORTÁVEL E DIVERTIDA PARA OS PEQUENOS!

VENHA CONHECER E SE ENCANTAR COM OS PRODUTOS

Slider

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.